sábado, 26 de agosto de 2017

Carros 3 - Critica com Spoilers


Olá pessoal! Como disse na minha critica sem spoilers de "Carros 3", irei fazer uma critica com spoilers do filme. Para quem ainda não viu, não se preocupem que a critica em baixo está em letras brancas. Basta quem viu selecciona-las.

Bom, como disse na critica sem spoilers, o roteiro do filme aborda muito bem o tema da passagem de gerações. A relação de Mcqueen e Cruz Ramirez é o foco desta nova aventura. Gostei da abordagem, em que pensávamos que a Cruz iria treinar Mcqueen, e acabou por ser o contrário, porque na corrida da Flórida, perto do final do filme, Mcqueen preferiu deixar Cruz terminar a corrida por ele. E estava lá o filme todo obviamente que Cruz iria ser a aprendiz dele, pelo facto de que gostava imenso de ser corredora como Mcqueen. Ainda por cima, tenho que me habituar à nova pintura do Mcqueen que ele fez no final do filme. Este é o fim de um ciclo (A era de Mcqueen) e o inicio de um novo (A era da Cruz).

Jackson Storm não foi um vilão detestável para mim, talvez pelas poucas cenas em que aparecia. Mas não fiquei desiludido ao pensar que ele ia se redimir e respeitar Mcqueen. Mas irritou-me um bocado o Chick Hicks, o vilão do 1º filme, que neste filme tornou-se apresentador de um programa de opiniões de corridas, a armar-se em bom, a insultar o Mcqueen e a mencionar a sua "vitória" no 1º filme. Gostava que ele tivesse tido um castigo, mas deixa estar.

Os amigos do Doc, incluindo o mentor dele, Smokey, e a malta do Derby de Demolição, estão fantásticos. 

Obviamente a história de Mcqueen terminou, e vai-me deixar saudades este franchise. Agora preciso de esperar para ver a 2º parte de "The Incredibles" e o termino do franchise "Toy Story".

1 comentário :

João Moreira disse...

O filme é realmente fantástico. Considero-o ao nível do 1º, mas também não sei se será melhor que o Toy Story 3. Adorei a Cruz e adorei também que o filme tenha contado mais sobre o Doc. O Chick também achei um pouco irritante. Sempre convencido que era o melhor, apesar de ter sido odiado no primeiro filme. Quanto ao Storm, irritava-me as cenas em que ele provocava o Faísca e a Cruz, mas ele aprendeu a lição. Agora estou curioso com o que vão fazer no The Incredibles 2 e ansioso por ver se o Toy Story 4 vai ter o mesmo impacto que as outras sequelas do franchise. Mas antes disso: VENHA O COCO!