quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Continuações dos Clássicos da Disney em Series e em Filmes que nunca viram a luz do dia


Entre 1988 e 2008, a Disney teve uma “febre” de continuações em filmes para home vídeo e em series dos seus clássicos animados, quer seja para o bem ou para o mal, expandido os universos de filmes como “O Rei Leão” (1994) e “As Extra-Aventuras de Winnie The Pooh” (1977).

E em 2015 (parece que, para a Disney, “Disney Fairies” e “Jake e os Piratas da Terra do Nunca” não contam como continuações de ”As Aventuras de Peter Pan”, 1953, mas enfim), essa “febre” voltou, mas só com continuações em series e os seus filmes-pilotos, como por exemplo, “A Guarda do Leão” (2015-presente), que é a sequela em serie de "O Rei Leão", e a sequela em serie (2017-presente) de “Entrelaçados” (2010).

Mas assim como qualquer estúdio, algumas ideias são canceladas de imediato e outras são interrompidos por um breve período de produção, até serem canceladas.

Por isso é que esta lista é como o próprio nome do post diz: Continuações dos Clássicos da Disney em Series e em Filmes que nunca viram a luz do dia.


1. Branca de Neve e os Sete Anões (1937)


Numa altura, a Disney estava a desenvolver uma serie de filmes directamente para DVD que contava as aventuras dos 7 Anões antes de conhecerem a Branca de Neve. O projecto proposto não foi bem longe, e a planeada serie de filmes foi cancelada. No entanto, o conceito foi trazido na serie do Disney XD “Os 7A” (2014-2016).

2. Pinóquio (1940)


O clássico “Pinóquio” quase correu o risco de ganhar uma sequela em filme. Robert Reece, roteirista de “Cinderela III: Reviravolta no Tempo” (2007) e “A Pequena Sereia 3: O Segredo de Ariel” (2008), estava trabalhando em ideias para continuar a história do rapaz de madeira. Poucos detalhes a respeito da produção foram revelados, com excepção de vermos o protagonista em uma nova e estranha jornada, na qual ele começa a se questionar o porquê da vida ser tão injusta em alguns momentos.

3. Dumbo (1941)


Em Outubro de 2001, um trailer para uma sequela de "Dumbo" foi revelado no lançamento do DVD do filme original, exibindo entrevistas com a equipe criativa e artes conceituais, porém, nenhuma cena finalizada. No ano seguinte, o desenvolvimento da história passou por problemas, e somente depois de três anos, o DisneyToon Studios conseguiu seguir adiante com a ideia. Em 2007, com a nomeação de John Lasseter como director criativo dos estúdios de animação, o filme foi cancelado, para evitar manchar o legado dos clássicos.

4. O Livro da Selva (1967)


Para além de termos a prequela/spin-off em serie de TV “Os Filhotes da Selva” (1996-1998) e a sequela em filme “O Livro da Selva 2” (2003), nós iríamos ter um 3 º filme das aventuras de Mogli que envolvia Balu e Shere Khan capturados e vendidos para um circo russo com Mogli, Shanti,  Ranjan e Baguera decididos a salva-los. Ao longo do filme, Shere Khan renunciava ao seu ódio por humanos por causa da captura e torna-se mais um amigo do Mogli. Mas por causa do fracasso financeiro de “O Livro da Selva 2” (2003), a ideia foi cancelada.

5. Os Aristogatos (1970)


Prevista para 2007, a continuação de “Os Aristogatos” foi cancelada devido a problemas de roteiro. O longa-metragem havia passado por diferentes versões e visões, causando outros gastos além dos previstos. Em um ponto antes da produção ser descartada, a animação seria feita utilizando computação gráfica, a fim de atrair um público maior. A trama era descrita como uma comédia de mistério, envolvendo o roubo de jóias a bordo de um cruzeiro de luxo onde Duquesa, Thomas e os gatinhos estavam a viajar. Marie seria a personagem principal da aventura.

6. A Bela e o Monstro (1991)


Para além da sequela em filme “A Bela e o Monstro: O Natal Encantado” (1997), originalmente estava prevista uma midquel em serie de televisão que se passava no período em que Bela estava a viver no castelo do Monstro. Mas a ideia foi cancelada por razões desconhecidas e três episódios finalizados acabaram por virar “O Mundo Magico de Belle” (1998).

7. Aladdin (1992)


Em 2005, 9 anos após “Aladdin e O Rei dos Ladrões” (1996) marcar o fim do franchise, Robert Reece (o que idealizou o "Pinóquio 2") concebeu uma ideia para um 4 º filme de “Aladdin” para os executivos da DisneyToons Studios mas a ideia nunca saiu do estúdio.

8. Hércules (1997)


Além da midquel em serie de televisão com o nome do filme original (1998-1999), o clássico original também ganharia uma sequela em filme em 2001. Nele, Hércules está vivendo em Atenas com Meg e a filha deles, Hebe. No entanto, uma antiga amiga do herói, chamada Helena, é capturada pelo malvado príncipe Paris de Tróia. Assim, Hércules junta-se ao exército grego e se prepara para uma guerra sem precedentes, a qual trazia importantes revelações para o semi-deus. O projecto foi cancelado durante a pré-produção.

9. Mulan (1998)


Nos inícios de 2002, foi anunciado que a Disney estava a trabalhar num “Mulan III”, para além da sequela em filme “Mulan II” (2004). Raymond Singer e Eugenia Bostwick-Singer, argumentistas do 1 º filme, enviaram 2 histórias para a Disney, na qual havia uma nova personagem chamada Ana Ming (Não tem mais informações sobre ela). Tal como o filme anterior, esta sequela em filme iria ser lançado directamente para vídeo e DVD, mas foi cancelada antes do lançamento do 2 º filme.

10. Atlântida, O Continente Perdido (2001)


Se “Atlântida, O Continente Perdido” (2001) tivesse sido um sucesso de bilheteira, estava previsto uma sequela em serie de televisão chamada “Team Atlantis”, que mostrava as aventuras de Milo, Kida e os amigos deles a descobrirem diferentes lendas envolvendo monstros lendários, deuses e espíritos. Um dos episódios que nunca entrou na fase da animação tinha a participação da vilã Demona, um dos antagonistas da serie da Disney “As Gárgulas” (1994-1997), servindo de um crossover entre as duas series. Mas por causa do fracasso financeiro do filme, a ideia da serie foi cancelada.

Em 2003, a Disney fez uma sequela em filme chamada “Atlântida: O Regresso de Milo”, consistindo em 3 episódios planeados para a serie cancelada, com animação adicional para ligar as histórias.

11. O Planeta do Tesouro (2002)


A realizadora Jun Falkenstein, que tinha dirigido “As Aventuras do Tigre” (2000) e o argumentista Evan Spiliotopoulos começaram a produção inicial de “O Planeta do Tesouro 2”. Nesta sequela em filme, Jim e Kate, o seu interesse romântico e colega na Real Academia Interstelar, precisam de fazer equipa com Silver para impedir o terrível Barba de Ferro de libertar os prisioneiros da Prisão-Asteróide de Botany Bay. O actor Willem Dafoe ia dar a voz ao Barba de Ferro. A sequela em filme foi cancelada por causa do fracasso financeiro do 1 º filme.

Também estava prevista uma serie de televisão, mas também foi cancelada por causa do fracasso financeiro do filme.

12. Kenai e Koda (2003)


Para além da sequela em filme, “Kenai e Koda 2” (2006), na altura em que o 1 º filme estava em produção, também tinha sido idealizado uma serie de televisão protagonizada pelos irmãos alces Rot e Tuca. Mas a ideia foi eventualmente cancelada pela Disney.

13. Chicken Little (2005)


“Chicken Little” (2005) ganharia um novo filme lançado directamente em DVD. A premissa envolveria Chicken Little num triângulo amoroso com Abby e Rafaela, uma ovelha novata vinda da França. Sem condições de competir com a beleza estonteante da recém-chegada, Abby decide radicalizar e passar por uma completa transformação. Os executivos cancelaram o projecto, pois o original não gerou sucesso suficiente para justificar a sequência.

14. Os Robinsons (2007)


A DisneyToon Studios tinha planeado uma sequela em filme, com o titulo temporário “Os Robinsons 2: O Primeiro Encontro”. No entanto, quando John Lasseter tornou-se o novo chefe criativo da Walt Disney Animation Studios em 2006, ele também cancelou essa continuação juntamente com as outras que estavam na fase da produção na altura.


É uma pena (ou sorte) que estas continuações nunca chegaram a ver a luz do dia. E vocês? Quais delas é que vocês gostavam de terem visto? Ou não queriam nenhuma? Escrevam nos comentários.

Sem comentários :